Se o que pretendes é divulgar um negócio ou um projeto no Facebook deves sempre criar uma página para divulgar os teus conteúdos e não um perfil pessoal.

Isto é assim porque para o Facebook os perfis pessoais são destinados exclusivamente pessoas singulares (pessoas jurídicas) e ao utilizar um perfil pessoal para promover um negócio vais estar a quebrar as regras do Facebook.
Algumas pessoas tentam contornar estas regras por aos perfis estarem disponíveis outro tipo de funcionalidades, mas ao quebrar fazê-lo o mais provável é que o Facebook venha a eliminar o teu perfil de forma irreversível sem precisar de ter dar qualquer justificação.

Além disso existem várias vantagens em criar uma página no Facebook, que não encontras quando utilizas um perfil pessoal:


1) Possibilidade de obter as estatísticas do teu público e do teu conteúdo
Cada página do Facebook tem acesso às suas estatísticas. Nas estatísticas da tua página podes ficar a conhecer as pessoas que te seguem, a tendência do número de seguidores, as interações que têm com a tua página, os comportamentos que adotam na tua página, entre outros. Tudo isto são ferramentas muito importantes para poderes definir as tuas estratégias de conteúdos e promoções ao longo do tempo e a que não terias acesso se utilizasses um perfil pessoal.


2) Número ilimitado de seguidores, ao contrário do perfil em que estás sempre limitado aos 5000 amigos
Para quem está a começar 5000 pode parecer muito mas a verdade é que quando estamos a falar de um perfil de Facebook, com uma boa estratégia de conteúdos, chegar até aos 5000 acaba por acontecer mais rápido do que parece. Consegues imaginar teres 5000 amigos, que na realidade são os teus seguidores, e não conseguires chegar a mais ninguém depois disso? Ou ter de recomeçar tudo de novo?


3) É mais simples e mais intuitivo para as pessoas escolherem “seguir” do que “pedir amizade”
Pode parecer uma justificação muito simples, mas é verdade que as pessoas estão cada vez mais cuidadosas com quem deixam entrar nas suas redes sociais. Ser amigo implica que possam ver as tuas publicações e interagir contigo de uma forma completamente diferente do que uma página poderia. É mais fácil obter gostos do que pedidos de amizade das outras pessoas, principalmente se ainda não te conhecem ou ao teu produto.


4) Possibilidade de promover posts e a página e de a gerenciar através do Gestor de Negócios
A ferramenta mais útil do Marketing Digital no Facebook é sem dúvida o Gestor de Negócios. Lá consegues aceder a todas as informações da tua página e ainda gerir a tua conta de anúncios.


5) Possibilidade de ter vários utilizadores da página através de perfis diferentes
Enquanto que num perfil pessoal teriam de ter todos a mesma password nas páginas, se quiseres ter pessoas a colaborar contigo, basta atribuir-lhes um cargo dentro da tua página. Assim vão poder partilhar conteúdo ao mesmo tempo através de contas diferentes e sabem sempre quem publicou o quê. Além disso consegues definir as atribuições que cada cargo que atribuis tem. Podes, por exemplo, ter alguém a trabalhar na tua página contigo mas que só tem acesso à edição de conteúdos, não podendo fazer qualquer outra alteração na tua página.

Configurar uma página profissional no Facebook
Apesar do mito que tem vindo a circular pelo mundo do Marketing Digital de que a utilização do Facebook estaria a decrescer, o Facebook continua a ser uma excelente ferramenta de publicação e divulgação de empresas ou projetos. Através da utilização das Páginas do Facebook consegues selecionar o teu público, promover as tuas publicações, personalizar campanhas, criar uma loja online, entre muitas outras funcionalidades. Por isso, se ainda não tens uma página de Facebook nós ajudamos-te a criar uma.


Só tens de entrar na tua conta pessoa do Facebook e, no separador esquerdo da tua página principal, clicar no botão que diz “Páginas”. Dentro desse separador vais ter um botão verde que diz “Criar Página”. Depois de clicares nesse botão vai aparecer-te esta imagem:


Negócio ou Marca: Deves escolher esta opção se o que pretendes é divulgar produtos ou serviços e angariar clientes.

Comunidade ou Figura Pública: Esta opção é destinada a quem pretende conectar-se com os seus fãs.


Aqui dão-te a oportunidade de escolheres o nome da tua Página. É importante saberes que depois de publicada a tua página vais sempre ter de pedir autorização ao Facebook caso queiras alterar o seu nome. Este processo pode demorar algum tempo porque é analisado pelo Facebook caso a caso e com base nas fundamentações do proprietário da página para alterar o nome.

Deves também carregar as tuas fotografias de perfil e de capa. Estas fotografias devem ter dimensões especificas para que nas imagens apareçam as informações que te interessam quando as pessoas entram no teu perfil. Para saberes mais sobre as dimensões que estas fotografias têm de ter consulta o nosso artigo sobre as dimensões das imagens nas redes sociais.


A partir daqui a tua página está automaticamente publicada. Como ainda há campos por completar talvez seja melhor colocares a tua página em “Não publicada” até teres completado a tua página com todas as informações que queres. Para isso podes carregar em “Definições”, em seguida em “Geral” e depois entrar no campo “Visibilidade da página” e alterar para página não publicada.


De seguida o mais importante é preencheres as informações da tua página que as outras pessoas possam conhecer melhor o teu serviço / a tua empresa. Para isso, na página das definições carrega em “Informações da Página”.


Se já tiveres uma conta de instagram podes ligar essa conta à tua página e até configurar a tua conta de instagram para publicar automaticamente na tua página de Facebook.

Não te esqueças de, depois de teres tudo pronto, voltares a definir a tua página como “Públicada” seguindo as instruções acima.

Leave a Reply